Vereadores de Miguel Alves frustram servidores municipais

Estava prevista para hoje a tarde a sessão da Câmara Municipal de Miguel Alves para votar três de projetos de interesse dos servidores municipais: Plano de reformulação d PCCS da educação, Regime Jurídico implantação do Plano de Cargos, Carreira e Salário dos servidores administrativos e da saúde.

13532823_1942722235954180_5131449848178535383_n

Depois de 11 dias de debates, os servidores se mobilizaram para acompanhar a votação dos projetos na Câmara Municipal no final da tarde desta sexta-feira, 01 de julho, mas quando chegaram lá tiveram uma inesperada surpresa, o presidente da câmara, vereador Manoel Vaz não convocou a sessão extraordinária, tendo em vista que a Câmara está de recesso desde sexta-feira passada, dia 24.

A revolta maior dos servidores é porque eles passaram onze dias debatendo os projetos, para que os mesmos fossem votados pela câmara antes do período vedado pela Justiça Eleitoral, No entendimento da diretoria do SINDSERM, a Câmara deveria ter sido convocada extraordinariamente para votar os projetos que são de grande importância para a vida funcional dos servidores municipais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s